domingo, 17 de abril de 2011

Post SSG

Quando a Aninha Carol nos desafiou desta vez,

eu achei meio maluquice, admito...

a Ana ás vezes é meio excêntrica, kkkkk,

gosta de fazer umas pegadinhas.

Mas ñ é que o desafio ficou bacana, os Los criados são intensos,

poderosos.


Observar os objetos,

pessoas e tecnologias e pensar

no que ñ teremos mais no futuro é um trabalho difícil,

reviramos nossa memória afetiva,

isso às vezes dói um pouco,

pensamos na nossa finitude e de tudo que amamos,

no mundo que vemos hoje e no que ñ veremos...

mas, nossos filhos sim...

e seus filhos e os filhos deles...

Rezamos por esta ordem natural das coisas.

Quando ela lançou este desafio eu estava numa fase

de estar perdendo um ente querido,

meu primo,

a umas semanas ele se foi,

nos deixou depois deu um grande sofrimento...

Fiz uma página pra ele, mas já publiquei aqui,


Fiz esta outra página,

uma página que fala de tudo que eu jamais verei novamente,

a foto fala tudo pra mim, resume tudo, sintetiza tudo,




Meu avô Paulino era uma criatura extraordinária,

sui generis, único !

Faleceu ano passado aos 96 anos vividos plenamente,

na foto tirada em 1980 por meu pai ( que nem tira mais fotos),

ele segura uma flor

com suas mãos rudes de marceneiro,

mãos fortes de um homem pequeno com uma grande alma.

Meu pai plantou a àrvore que dava estas flores

na frente da nossa casa da praia,

se orgulhava de esta ser a única muda desta planta que veio da Africa,

ñ sei se era verdade, mas eu acreditava que sim,

esta crença no que meu pai dizia eu tambem ñ tenho mais, rssssss.

A casa foi destruída,

era de madeira , simples,

pintada com tinta dada por um parente que

trabalhava numa fábrica de geladeiras,

pintura meio psicodélica,

por fora lilás e verde,

por dentro verde e azul,

mas eram cores de geladeira da época, anos 70,

cavalo dado ñ se olhava os dentes.


Mas a casa era nosso castelo,

chorávamos de ter que ir pra casa no fim das férias,

acenávamos e diziamos:

Adeus casa da praia!!

Até ela sumir de nossa vista...


A rua , que vcs veêm ao fundo,

era toda cheia de terrenos vazios,

com muitos pés de goiabeira,

buracos com areia de praia,

passávamos o dia todo explorando a vizinhança,

sem pressa.

uma delícia !!

A casa deu lugar a um prédio, e depois outro

e depois mais outro,

me dói o coração só de ver que

nínguém pode mais ver o horizonte,

nem um pedacinho da praia,

que tbem ñ é mais azul , nem limpa...

são tantas coisas que ñ verei mais,

mas... estão no meu coração,

tesouros que me visitam na memória,

e tenho sorte de ter tido uma infância assim,

cheia de boas lembranças,

repleta de riqueza de coisas simples, prosaicas,

mas que me são muito caras.





Este é meu Lo,

Muita transparência, pintura á mão,

camadas e camadas de material e lembranças...

Pedacinhos de pessoas, lugares e tempos

que ñ fazem mais parte do meu dia-a-dia,

somente em sonhos.

Um beijo em cada um de vcs

e um especial pra vc Aninha,

que me fez reviver estas memórias!

Ana Paula

18 comentários:

Camila Borssoi disse...

Sua pagina ficou incrivel! Beijos.

Tatiana disse...

Eu nem sei o que dizer, mas eu gostaria de dizer muitas coisas... A página está linda em todos os sentidos, e ela transmite todos estes sentimentos que relatas... Tem beleza e suavidade, ao mesmo tempo em que é intensa, forte, marcante! Só arte é capaz de traduzir sentimentos desta forma... Obrigada por dividir isto conosco e nos inspirar sempre!
Bjs

Sheyla disse...

Nossa Ana, eu que não vivi nada da sua vida... me emocionei aqui. QueLO maravilhoso, cheio de memórias mesmo.
Passou um filme na minha cabeça da nossa casa de praia, das minhas férias, de qdo eu ía pescar siri...como vc falou: sem pressa!
Nada disso voltará, mas são lembranças que não tem dimdim que pague!
Bjossssssss

Estudante disse...

Que bom que temos momentos especiais para serem lembrados com carinho....e quanto carinho hein???Uma expressão intensa é o que esta pagina me transmitiu. Valeu Ana, saudosos momentos perfeitos, e que venham outros ainda mais intensos!
Beijos e lindo Domingo!

Carmem Lucia Calvo disse...

Que delícia suas memórias Ana! Me fez relembrar meu avô que morava em uma chácara, muitas lembranças boas cheias de saudades..
Lindo LO!
Bjão

Dri Gallinucci disse...

Que emocionante este LO e essa poesia sobre suas lembranças Ana! A foto do vô, a lembrança da casa da praia, as alegrias passadas, tudo muito tocante!!!! Sempre acho que seus relatos são verdadeiras poesias, seus Projetos são suas poesias em papel!!! EMOÇÃO E RAZÃO!!!
Você faz isso lindamente amiga!
Apaixonante!

BJS, DRI.

Angelica disse...

ANA!!!!!
Entrei aqui para te agradecer por ontem, mas qdo li este post...
Menina, tu toca demais na alma das pessoas, com teus post, LOs, tu és poesia!!!!!
Muito mas muito obrigada por saber expressar tão bem tuas emoções!!!!
Um grande beijo e uma ótima semana!!!

Sonhe Sonhos disse...

Lindo! Muita emoção!
Amei a aula ontem!
BJ!

deda Carnevale disse...

Nossa, muito emocionante, LO maravilhoso!!!!!!
Bj

Claudia Ventura disse...

Oi Ana!
Nossa, difícil te deixar aqui palavras bonitas diante de um post tão lindo e emocionante como este!
Vc conseguiu expressar em seu LO maravilhoso tudo oq foi escrito!
Bjs querida e uma ótima semana!

Fabrise disse...

Ana, que história maravilhosa, é de emocionar mesmo.
E o LO entao...nem sei oq ue falar, estou aqui maravilhada!!
Amei e não vejo a hora de fazer a tua aula no dia 30!!
Beijos

scrap by Dri disse...

Que lindo LO e que post emocionante!!
Não sabia do curso em Porto Alegre, mas já fiz minha inscrição :)Obrigada por avisar.
Nos vemos em junho.
Bjs Dri

Regina Fatima disse...

Ana lindo e emocionante seu LO!!
Voce e fez lembrar do meu avô tbm, e da casa de campo dele com um riacho no fundo.Delíciaaa
Obrigada e parabéns!!
Regina Fatima

Marcia Felício disse...

Oi Querida!!!
Que lindo, ficamos emocionadas eu e a Ágatha lendo seu relato, lindo demais!!!
Feliz Páscoa pra você e toda sua linda Família!!!!
Beijocas

Scrap Floripa o Evento disse...

Ana, que especial ter essas lembranças, delícia de ler o seu texto, eu também tenho lembranças maravilhosas da casa de praia da minha família, e o melhor ela ainda existe, e é da década de 40.
Com carinho beijo Maga

Adliz Jamile disse...

Nossa Ana... Que lindo, que emocionante, memórias lindas, história preciosa... Fiquei emocionada de ler e ver o LO!!! Af, arrasou MUITO!!!
Beijocas

Scrapcreation disse...

Oi Ana !
Sua pa'gina esta maravilhosa.
Vc poderia me tirar um duvida.
Vc pintou a pagina toda ou e um imagem e vc pintou encima.
Bjos Tayana

Ana Paula Leal disse...

Tayana, ela é toda uma transparência pintada á mão pelo avesso, entende?